Divisão de Museus, Patrimônio e Arquivo Histórico de Taubaté
  

Artistas  de Taubaté

Clodomiro Amazonas nasceu em Taubaté, São Paulo, a 14 de março de 1883. Em 1901, restaura obras do Convento Santa Clara, e funda a Associação Artística e Literária, com Gastão e Euzébio da Câmara Leal, em Taubaté, SP. Vivendo em São Paulo desde 1906, entra em contato com a obra de Batista da Costa e tem aulas com os pintores Augusto Luiz de Freitas e Carlo de Servi. Pintor de paisagens, a partir de 1912 realizou individuais em São Paulo, Juiz de Fora, Taubaté, Recife, Belém, Fortaleza e no Rio de Janeiro.

Participou da fundação do Salão Paulista de Belas Artes em 1934, 1938 e 1939. No Salão, conquistou a grande medalha de prata em 1938 e, nesse mesmo ano e no seguinte, com paisagens, o segundo e primeiro prêmios Prefeitura de São Paulo. Um trabalho de sua autoria (caricatura de Monteiro Lobato, original hoje desaparecido), foi reproduzido no livro de Tadeu Chiarelli, Um jeca nos vernissages. Em 1985, outro trabalho seu integrou a mostra 100 Obras Itaú, no MASP.

 

11

12Na Divisão de Museus, Patrimônio e Arquivo Histórico de Taubaté, há algumas obras desse pintor que retratou a realidade da região valeparaibana.



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 11:57:01
[] [envie esta mensagem] []


 
  

 

 

 pavao

Figureiras de Taubaté

As figureiras de Taubaté constituem um grupo de artesãs e artesãos, com predominância feminina, daí a alcunha, cujo trabalho caracteriza-se pela modelagem em barro de presépios e outras figuras associadas ao cotidiano rural, que, segundo a tradição oral, remonta ao século XVII. A pesquisa tem como objetivo investigar o impacto da modernização nas relações sociais, na devoção e na transmissão da arte e do ofício deste grupo. Nossas perguntas buscam compreender o que vem a ser a "tradição" dentro do contexto da modernidade e quais são as estratégias adotadas por este grupo para sua manutenção na atualidade. Para tanto, realizamos observações de campo e entrevistas, recolhemos material de imprensa e divulgação, além de nos apoiarmos na literatura sobre cultura popular disponível no Brasil. Podemos apontar uma grande valorização do ofício dentro da comunidade de artesãos e artesãs nos últimos dez anos, a partir da fundação da Casa do Figureiro, uma vez que esta potencializou as relações deste grupo com o mercado nacional e internacional, e o renovou, atraindo pessoas desligadas da prática há algum tempo e também pessoas externas ao grupo inicial. A Casa tornou-se referência turística na cidade; nela também pode se observar a atuação de programas de políticas públicas para o incentivo do artesanato como instrumento de geração de renda e preservação do patrimônio imaterial.



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 12:09:45
[] [envie esta mensagem] []


 
  

stclara

O Convento Santa Clara

O Convento foi construído no ano de 1674, pela Ordem Franciscana e pelo povo da então Vila de São Francisco das Chagas de Taubaté.

O nome do Convento ficou como o de Santa Clara, devido a invocação da mesma sobre a ordem Franciscana.

O convento foi erguido sob comando do primeiro guardião Frei Jerônimo de S. Braz, com a ajuda de mais três religiosos e doze pessoas, sendo inicialmente construído em taipa de pilão com um claustro retangular, na qual abrigava cerca de 20 religiosos, possuindo 3 altares no interior e uma abertura em arco para a capela.

No ano de 1830, a fraternidade estava quase extinta sobrando apenas alguns freis dentro do convento.  Doze anos depois, no dia 17 de setembro de 1842, houve um incêndio, o convento teve a capela-mor da igreja destruída, um grande e espaçoso salão atrás da sacristia.

Sua reconstrução feita pelo síndico do prédio, Victoriano Moreira da Costa, e aprimoramentos de melhoria e conservação pelo Frei Caetano de Messina e Padre Francisco Cosco. Após três foi feita a transferência do usufruto perpetuo à Ordem dos Capuchinhos que tomou posse aos 23 de janeiro de 1892 e permanece até os dias atuais.

 Entre os anos de 1967 e 1968, o convento franciscano passou por uma série de reformas, de que resultou sua aparência atual, sendo para em 1986, ser tombado pelo CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico, Artístico e Turístico) no ano de 1986 como patrimônio estadual.

 

009



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 09:34:00
[] [envie esta mensagem] []


 
  

"Os povos indígenas despertam todas as fantasias possíveis e imagináveis: Passam a ser encarados com romantismo, receios infundados, exotismo, folclore... raramente, como seres humanos capazes de realizar, de escolher livremente, de tecer a sua vida, de fazer a sua história, e até de errar. Fabiana Lima

Os primeiros habitantes do Vale do Paraíba, foram os grupos indígenas, entre eles os Puri, os Jeromini e os Guaianá.

Com o início do desbravamento da região valeparaibana, esses grupos foram "pacificados", ou seja, escravizados, e aos poucos foram extintos.

 Museu Histórico de Taubaté, possui um acervo arqueológico e artístico, que nos permite conhecer um pouco mais da nossa identidade cultural.

22


 

 

28

 

Pinturas: Representações das Obras de  Johann Moritz Rugendas (1802-1858), pintor alemão que viajou por todo o Brasil no período de 1822 a 1825, pintando as manifestações culturais do nosso país.

 



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 10:10:05
[] [envie esta mensagem] []


 
  

QUIRIRIM

O Museu de Imigração Italiana de Quiririm foi inaugurado em 26 de abril de 1926  e está instalado em antiga residência de imgrantes italianos - o Casarão Indiani, datado de abril de 1903.

89

Apresenta em  sua exposição painéis fotográficos, contando a história das primeiras famílias de imigrantes italianos que,  a partir de 1891, começaram a chegar em Taubaté para povoar a Colônia Agricola de Quiririm.

Em seu acervo constam: mobiliário, vestuário, objetos pessoais e de uso doméstico.

 

Av. Líbero Indiani 550 - Quririm

Tel.: (12) 3686-3340

Horário de Funcionamento: de 3ª a 6ª feira das 8:00 ás 12:00 e das 13:00 ás 17:00h.

Sábado e Domingo: 12:00 ás 16:00h



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 09:27:26
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Patrimônio Histórico: Material e Imaterial

Patrimônio Histórico Cultural pode ser definido como um bem material, natural ou imóvel que possui significado e importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para a sociedade. 

Na busca de sua identidade, o homem recorre, inicialmente, ao patrimônio material no qual se inserem os bens edificados e os objetos que tiveram significado na formação de nossa identidade cultural.

O imaterial é aquele em que as práticas, representações, expressões, conhecimentos e técnicas, instrumentos, objetos, artefatos e lugares são reconhecidos por comunidades como parte integrante de seu patrimônio cultural.

Ele é transmitido de geração em geração, é constantemente recriado pelas comunidades em função de seu ambiente, interação com a natureza e de sua história. Esse processo gera um sentimento de identidade e continuidade.

get

 



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 11:30:49
[] [envie esta mensagem] []


 
  

" Lugares de Aprender": Divisão de Museus, Patrimônio e Arquivo Histórico de Taubaté

blog2

 

A Divisão de Museus da Prefeitura de Taubaté, dentro do projeto “Lugares de Aprender” recebe a visitação de escolas públicas de toda a região.

As visitas ocorrem diariamente, pela manhã e à tarde, proporcionando aos estudantes a possibilidade de conhecer o funcionamento dos museus e seus acervos.

Nas visitas, os alunos recebem uma monitoria especializada na história do Vale do Paraíba, história da arte do Vale do Paraíba e evolução dos meios de comunicação. O projeto atende a área da Diretoria de Ensino de Taubaté, que integra escolas de várias cidades, como Paraibuna, Natividade da Serra, Redenção da Serra, Lagoinha e Caçapava.

As Escolas têm a possibilidade de visitar na Divisão de Museus, as seguintes áreas:

- Museu Histórico

- Museu dos Transportes

- Museu da Imagem e do Som (Mistau) 

- Pinacoteca Anderson Fabiano.

 

 Informações sobre o projeto podem ser obtidas pelo telefone (12) 3625-5131



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 10:33:59
[] [envie esta mensagem] []


 
  

Projeto Lugares de Aprender: a escola sai da escola

folder lugares de aprender

 

Tem como objetivo promover o acesso de professores e alunos da rede pública estadual paulista de ensino a museus, centros, institutos de arte e cultura e a parques, como atividade articulada ao desenvolvimento do currículo, e foi concebido em acordo com a Proposta Curricular do Estado de São Paulo, observando as orientações pedagógicas da Coordenadoria de Estudos e Normas Pedagógicas – CENP.

Para tanto, os professores receberão orientações por meio de material de apoio pedagógico, denominado Subsídios para o Desenvolvimento de Projetos Didáticos. Apresentam uma seqüência de atividades para o ensino de disciplinas curriculares, entre as quais a de visita a uma instituição cultural, centradas em eixos temáticos presentes na proposta curricular das séries e algumas disciplinas.

Os projetos foram definidos para cinco segmentos da escolaridade básica, cada um com seu respectivo eixo temático:

 


• 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental – Os seres vivos diante das estrelas
• 3ª e 4ª séries do Ensino Fundamental – Heranças Culturais
• 5ª e 6ª séries do Ensino Fundamental – Espaços, Tempos e Obras
• 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental – Patrimônio, Expressões e Produções
• 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio – Séculos, Contextos e Transformações



O Estado de São Paulo,  oferece uma infinidade de opções culturais à população. Contudo, grande parte dos alunos da escola pública não tem acesso a elas e, muitas vezes, até desconhecem sua existência.

Por ser a cultura parte do patrimônio das sociedades, é função da escola fazer com que seus alunos reconheçam esses locais, como também que a eles tenham acesso. Dessa forma, tendo em vista uma formação plural, este projeto oferece oportunidades para que alunos e professores da rede pública usufruam os equipamentos culturais disponíveis na sua cidade.

 

Nessa perspectiva de trabalho da escola com a arte e a cultura, o trabalho do professor, responsável pela mediação do aluno com o conhecimento, será apoiado por materiais pedagógicos que reforcem a intencionalidade das experiências no âmbito cultural, articulando os conteúdos de diferentes áreas curriculares com os objetos socioculturais, fenômenos naturais e outras fontes de conhecimento com as quais os alunos irão interagir em suas visitas.



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 10:16:24
[] [envie esta mensagem] []


 
   9° SEMANA NACIONAL DE MUSEUS

nona semana nacional

 

A Semana de Museus é celebrada anualmente por dezenas de países e é o maior evento, no âmbito mundial, comemorativo ao Dia Internacional de Museus (18 de maio).

Na Divisão de Museus, Patrimônios e Arquivo Histórico de Taubaté, está em exposição a arte regional que prioriza pinturas e esculturas

produzidas pelos artistas plásticos valeparaibanos paulistas.

CONFIRAM!

 

 



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 11:24:08
[] [envie esta mensagem] []


 
  

 

 

Museu

 

A Divisão de Museus, Patrimônio e Arquivo Histórico de Taubaté, busca antes de tudo ter uma ação educativa :

- Atividades de integração com a comunidade

- Visitas monitoradas

- Educar e/ou auxiliar os professores na ligação da teoria com a prática

- Fornecer recursos informacionais

- Biblioteca

- Estabelecer políticas de aquisição, cuidar da seleção de peças e da identificação de obras para o acervo.

- Aprofundar-se em temas, períodos históricos e artistícos.

- Possibilita a pesquisa, nas disciplinas básicas da área das ciências humanas, como a história da arte, história geral e história do Brasil.

A exposição permanente: " Taubaté na História Nacional", tema que apresenta cronologicamente, os principais fatos da História de Taubaté e participação de taubateanos em acontecimentos nacionais, através de painéis com textos didáticos e gráficos, móveis, louças e outros objetos referentes a cada período histórico.

 



Escrito por Arte, Historia e Cultura às 10:59:25
[] [envie esta mensagem] []


 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]  
 
 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, TAUBATE, JARDIM ANA EMILIA, Homem

HISTÓRICO



OUTROS SITES
 Twitter
 UOL
 IBRAM
 Museu Histórico Nacional
 BOL


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!